Igrejas históricas ajudam cristãos no Iraque

spot_img

Mais lidas

O objetivo desses locais é ajudar cristãos a lidarem com os traumas, a reconstruir a vida, casas e igrejas destruídas nos ataques.

O marido e os dois filhos de Sana foram levados durante um ataque no Iraque, em 2014. Com a arma apontada para sua cabeça, mesmo implorando para saber o paradeiro da família, o agressor mandou que ela se calasse e fosse embora. Ela foi enviada pelo Estado Islâmico para Erbil, capital da parte norte do Iraque.

Apesar de oito anos terem se passado, o marido e os filhos permanecem desaparecidos. Muitos cristãos viveram histórias parecidas, mas se mantêm em silêncio.

Algumas igrejas históricas abrigam Centros de Esperança no Iraque e em outros países do Oriente Médio. O objetivo desses locais é ajudar cristãos a lidarem com os traumas, a reconstruir a vida, casas e igrejas destruídas nos ataques.

“O Estado Islâmico destruiu mais do que os prédios, eles destruíram seres humanos. No Iraque, não há locais adequados para cuidado da saúde mental. Nos Centros de Esperança os cristãos encontram recursos, orientações, ajuda prática e espiritual de que precisam para recomeçarem suas vidas. Pessoas como Sana precisam de apoio completo. Ter pessoas dispostas a ouvir e a estar por perto faz toda a diferença na vida desses cristãos.”, disse o líder cristão Ammar.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -