Cristãos são vistos como cidadãos de segunda classe no Níger

spot_img

Mais lidas

O Níger, apesar dos abundantes recursos naturais, é considerado um dos países menos desenvolvidos do mundo. A maioria dos cidadãos nigerinos enfrentam dificuldade financeira. Os cristãos representam menos de 0,5% da população no país. Apesar de 99% dos nigerinos seguirem o islã, até pouco tempo atrás havia uma boa convivência entre cristãos e muçulmanos.

Extremistas religiosos se fixaram em grandes partes da fronteira do Níger e influenciaram as pessoas. Atualmente, os cristãos são tratados como cidadãos de segunda classe e a perseguição acontece todos os dias. Pessoas que se converteram do islamismo são os principais alvos dos extremistas.

Segundo a Portas Abertas, o país é o 33º na Lista Mundial da Perseguição 2022.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -