Igreja doa 100 bicicletas para pastores pregarem em aldeias na África

spot_img

Mais lidas

Membros de uma única igreja uniram suas forças e doaram 100 bicicletas a pastores de aldeias africanas, que receberam os presentes no início de junho, explodindo em alegria e louvor a Deus.

O momento da entrega das bicicletas, que através de seu diretor, o pastor Marcos Corrêa, fez parte de uma viagem missionária feita pela Missão Mãos Estendidas (MME).

As doações foram feitas pela New Life Church, liderada pelo pastor brasileiro Manoel Oliveira, localizada em Framingham, no estado de Massachusetts (EUA). Com isso, 100 pastores do Malawi e Zâmbia foram beneficiados com o meio de transporte, que os ajuda a ir mais longe na pregação do Evangelho.

“Pela graça de Deus, hoje a Missão Mãos Estendidas está fazendo chegar nas mãos dos nossos pastores do Malawi e da Zâmbia 100 bicicletas. É um dia de muita celebração e alegria”, disse o pastor Elias Caetano, presidente da MME, que promove campanhas de doação de bicicletas todos os anos na África.

A entrega das bicicletas aconteceu em Lilongwe, capital do Malawi, depois que pastores africanos estiveram imersos em dias de Seminário Bíblico Intensivo. O seminário foi ministrado por uma equipe de pastores brasileiros, que haviam passado também por Moçambique.

Segundo o pastor Elias Caetano, a doação de bicicletas só é possível, primeiramente, a Deus, e em segundo lugar, a generosidade das pessoas. “Deus usa pessoas que tem nos abençoado”, disse.

Impacto das bicicletas

De acordo com Saulo Porto, coordenador de Ensino da MME, é difícil de imaginar a importância de uma bicicleta para um africano.

“A maioria deles vive em comunidades rurais, ou seja, eles estão isolados. A bicicleta é um meio de transporte, em muitos lugares ela é o que conecta. É o que leva alguém ao trabalho, serve como ambulância quando alguém está doente, funciona como tudo. Uma bicicleta nas mãos de um pastor africano faz muita diferença no meio da comunidade”, disse Saulo.

Equipe da MME durante viagem missionária. (Foto: Marcos Corrêa/Guiame/MME)

O pastor Orlando Costa, que representa a MME para a Zâmbia e Malawi, concordou. “Quando precisamos fazer uma reunião e juntar todos os pastores, a bicicleta serve para isso, porque eles moram uns distantes dos outros. A bicicleta ajuda de todas as formas: para ir à igreja, fazer visitas ou levar um irmão enfermo ao hospital”, explica.

O presidente da MME fez também um agradecimento especial ao Guiame, que tem feito a cobertura das viagens e ações da missão. “O pastor Marcos Corrêa, diretor do Guiame, está conosco. Ele tem percorrido as aldeias também e tem visto de perto essa realidade. O Guiame tem presenciado in loco as nossas realidades”, destacou.

Por fim, o pastor Jingison Mwale, presidente regional da MME no Malawi e Zâmbia, agradeceu falando o idioma local: “Aqui no Malawi e Zâmbia todos os pastores estão gratos pelas bicicletas e pelo ensino que recebemos aqui. Por causa disso, nossa vida foi mudada.”

Por Guiame

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -