Pastor é curado de Covid e médicos se reúnem para ouvir seu testemunho

spot_img

Mais lidas

A vida do pastor Alfred Murillo, de 56 anos, ficou por um fio após um quadro grave de Covid-19. Enquanto estava em um respirador, ele pode sentir o inimigo o rondando e travou uma verdadeira batalha espiritual, mas sua sobrevivência milagrosa se tornou um testemunho.

Murillo, que é pastor das Assembleias de Deus nos EUA, e sua esposa, Anna, estão casados ​​há 31 anos. Juntos, eles fundaram dois ministérios em Utah: o Utah Dream Center e o Synergy in Action.

Alfred começou a se sentir mal na segunda-feira, 2 de agosto de 2021, quando estava com 72% de nível de oxigênio. “Na terça-feira, o médico me disse que se eu não entrasse no ventilador imediatamente, eu ia morrer rapidamente”, contou à AG News. 

Sabendo de tantos casos de pessoas que não resistiram ao ventilador, o pastor ficou hesitante, mas acabou seguindo o conselho médico e concordou em entrar em coma induzido.

Apesar da gravidade do caso, Anna estava confiante em Deus. “Temos um filho que aos 4 anos teve câncer, uma filha que teve seu apêndice estourado dentro dela, o Alfred estava gravemente doente há cerca de 14 anos e vimos Deus fazer milagre após milagre”, diz ela. “Eu disse a Deus que estava crendo em outro [milagre] e me agarrei a isso.”

Batalha na UTI

Enquanto estava na UTI do Hospital McKay-Dee, na cidade de Ogden, Alfred tinha diversos pesadelos, em que aparecia sendo baleado ou em situações de risco. O pastor entendia que havia uma opressão.

“O inimigo estava tentando colocar medo em mim”, lembra Alfred. “Eu estava no ponto em que disse a mim mesmo: ‘Não consigo mais, estou cansado e quero desistir’. Mas então, olhei por cima da cabeça do meu inimigo e havia dois homens a cavalo vindo em minha direção, atirando no meu inimigo — e todas aquelas criaturas que tentavam me matar começaram a correr!”

Enquanto Alfred estava cercado por inimigos em seus sonhos, no dia 19 de agosto, ele recebeu uma visita do pastor Shannon Schreyer, seu amigo, que começou a orar e profetizar vida sobre ele

Foram cerca de 10 minutos de oração e Alfred — que estava em coma —  respondeu ao clamor, se debatendo em sua cama. “Seu corpo estava respondendo ao que seu homem espiritual já sabia, que Jesus era grande o suficiente para mantê-lo até o fim”, diz Schreyer. 

Alfred acredita que teve a visão dos homens nos cavalos no mesmo instante em que recebeu aquela oração.

Naquela tarde, a febre de Alfred diminuiu e seus números começaram a melhorar constantemente.

Corrente de oração

Alfred recebeu alta do hospital em 15 de setembro. Nas semanas que antecederam sua volta para casa, ele teve que aprender a andar, falar e até comer. Enquanto se recuperava, ele era cercado pelas orações.

“Tinha amigos pastores orando no saguão [do hospital] orando por mim, um amigo pastor e sua esposa voaram de Greeley (em Colorado) para fazer uma marcha de oração ao redor do hospital e depois foram para casa, a equipe médica orou por mim, minha família e muitos amigos estiveram sempre orando por mim, e muitos outros que eu nem conheço”, lembra.

Anna diz que sempre colocava louvores no quarto do marido e não perdia as oportunidades de testemunhar sua fé no hospital.

“Um dia, eu estava conversando com um médico e uma enfermeira e disse a eles que havia muitas pessoas orando, não apenas pelo Alfred, mas por eles [enfermeiros] também”, diz Anna. “A enfermeira foi embora, mas alguns dias depois ela me puxou para o lado e disse: ‘Eu precisava te agradecer. Ninguém nunca me disse isso antes’. Nós duas choramos e eu a abracei e disse: ‘Eu realmente oro por você.’”

Testemunho no hospital

No final de fevereiro de 2022, Alfred teve uma oportunidade única. A pedido do hospital, ele e outro sobrevivente da Covid falaram aos funcionários. Eram esperadas entre 20 e 25 pessoas para ouvi-los.

Mas Alfred foi surpreendido por um público muito maior (incluindo os participantes online): um total de quase 80 membros da equipe médica estavam presentes. Em 45 minutos, ele contou sua história e lançou sementes de fé.

Depois de uma recuperação lenta, o pastor voltou a atuar nos ministérios e retornou aos púlpitos. Ele diz que, através dos desafios que a Covid trouxe, ele se concentrou em construir seu relacionamento com Deus, confiando Nele para suprir todas as suas necessidades.

Por Guiame

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -