‘Acredito que os jovens começarão o avivamento no Brasil’, diz evangelista americano

spot_img

Mais lidas

Um grande avivamento tem sido pregado e declarado, por parte dos cristãos, como o acontecimento que abrirá o caminho para a volta de Jesus. Diferentemente do que aconteceu em ocasiões anteriores, o evento não será localizado em um país ou ministério, mas será um avivamento global, acreditam missionários e evangelistas do “Cristo para todas as Nações” (Christ For All Nations – CfaN).

Com esse entendimento, equipes missionárias da organização fundada pelo evangelista Reinhard Bonnke, cuja base fica nos EUA, têm viajado por todo o mundo para realizar evangelismos em massa e treinamentos para pastores e líderes sobre evangelização.

Na agenda missionária do CfaN, o Brasil tem sido um dos países visitados pelos evangelistas com frequência. Para falar sobre avivamento, a atuação missionária no mundo e o evangelismo em solo brasileiro, fez uma entrevista exclusiva com três missionários americanos e dois colombianos, enquanto estão no país para uma série de conferências.

Paul Maurer ministra em conferência na Igreja Compaixão, em SP. (Foto: Instagram Paul Maurer)

Brandon Butler é um deles. Pela segunda vez no Brasil, ele foi enfático ao dizer que acredita que a juventude brasileira trará o avivamento ao país. Segundo o evangelista, que é da Carolina do Norte, quando esteve aqui em fevereiro sentiu que os jovens tinham “muita fome de Deus”.

“Tivemos uma conferência de jovens e eu vi uma grande fome de Deus neles. Eles estavam louvando e adorando ao Senhor como eu nunca havia visto em minha vida”, descreveu.

“Eles estavam prontos para verem sinais, milagres e maravilhas. Eles estavam abertos para serem tocados por Deus como nunca. Eu acredito que os jovens brasileiros vão iniciar o avivamento no Brasil e nossa intenção é empoderá-los para isso”, explicou Brandon.

Brandon Butler vê “sede de Deus” em jovens brasileiros. (Foto: Adriana Bernardo / Guiame)

A equipe, que já esteve na África (Nigéria, Togo, Tanzânia, Quênia, Burundi), Bulgária, Paquistão, Índia, Sri Lanka, El Salvador, Colômbia, consegue discernir, pela experiência, quando um país deseja mais de Deus.

Talvez isso tenha feito Brandon declarar que o Brasil está no nascimento de um novo avivamento. “E eu acho que as chaves desse avivamento são os jovens”, afirma.

Crises mundiais

Colombiano, o evangelista Jhonatan Osorio acredita que as crises sucessivas pelas quais o mundo está passando são um “despertamento de Deus” para a necessidade de um avivamento.

“Deus está permitindo crises de saúde, como a pandemia, crises social, política e econômica, para mover os corações das pessoas”, acredita.

Missionário e tradutor do CfaN, Jhonatan diz que “a igreja não deve ser sacudida por isso, porque todas as crises externas é Deus chamando as pessoas do mundo para voltar para casa”.

Ele acredita que essas crises são oportunidades para que “a Igreja de Cristo se levante como nunca antes na história”.

“Uma Igreja de pé, é uma igreja avivada, não uma igreja morta. Cristo vai voltar para uma avivada. Uma igreja santa, pura e sem mancha. E quando a Igreja se levanta com poder é um sinal também dos últimos tempos”, diz.

Milagres e salvação

Ex-ator, o evangelista americano Michael Job é um dos mais experientes do grupo. Já esteve em diversas cruzadas na África e afirma que os sinais de Deus estão se acentuando.

“Acabei de voltar de Ruanda, onde terminamos uma cruzada no domingo passado (13 de março). Houve muitos milagres. Muitos doentes foram curados”, relata.

Michael Job ministra em cruzadas de avivamento pelo mundo. (Foto: Adriana Bernardo / Guiame)

Ele diz que o primeiro milagre que aconteceu ali foi para que a cruzada fosse realizada. Eles tinham planejado o evento, mas ao chegar no país africano não havia permissão para reuniões públicas e as igrejas estavam fechadas.

“Planejamos uma conferência de igrejas com cruzada, mas elas estavam fechadas [por ordem do governo]. Isso aconteceu domingo antes de iniciarmos a cruzada. Mas, de repente, o país inteiro abriu! Depois de dois anos aconteceu a primeira cruzada em Ruanda. Mais de 9 mil pessoas foram salvas em 4 dias! Entre elas, muitas crianças”, testemunha Michael.

Missão entre os ucranianos

Os missionários contam que reuniões de avivamento e salvação têm acontecido o tempo todo e cada vez com mais urgência. “Agora mesmo, enquanto conversamos aqui, temos evangelistas na fronteira da Polônia com a Ucrânia pregando para os refugiados de guerra”, conta Paul Maurer.

Trabalhando junto com Daniel Kolenda, atual presidente do “Christ For All Nations”, o evangelista Paul Maurer diz que os missionários do CfaN foram os primeiros a chegar na região do conflito.

“Tenho muitos amigos da igreja subterrânea local que estão levando ajuda humanitária com um ônibus, e transportando as pessoas para a Polônia”, conta.

Paul Maurer integra a equipe de Daniel Kolenda. (Foto: Adriana Bernardo / Guiame)

Paul diz que centenas de pessoas estão sendo salvas diariamente nessa missão. Os refugiados pegam ônibus para a Polônia e nesse ônibus os missionários também embarcam e pedem ao motorista para os deixar “compartilhar uma palavra de esperança” para aquelas pessoas.

“Quando eles são autorizados, compartilham o Evangelho”, explica Paul, “E todas as vezes, um grande número de passageiros se entrega para Jesus”.

O evangelista conta ainda que os missionários “estão testemunhando muitos milagres e curas ali”.

O evangelista Michael diz que se não estivesse em missão no Brasil, estaria na Polônia agora. “Já estive sete vezes ali. E creio que Deus me chamou para lá. Há muita fome de Deus na Polônia. Não é como na África ou no Brasil. Mas o Evangelho funciona em qualquer lugar onde é pregado. Eu acredito que agora, mais do que nunca, eles precisam do Evangelho”.

Avivamento global

A visão dos missionários é unânime. Paul, Brandon, Jhonatan e Michael dizem que, o que eles testemunham pelos países onde chegam, os faz acreditar que o avivamento global já começou.

“Eu, particularmente, acredito que já estamos no início de um avivamento global. Viajo pelo mundo e vejo o que Deus tem feito. Há uns 10, 20 anos não víamos tantas curas… Recentemente, aqui na América Latina, vimos mais de 400 pessoas curadas em um só evento”, relata Paul Maurer, que também é presidente da “Cover the Earth”.

Paul Maurer ministra em conferência de pastores no sul da Ásia. (Foto: Cover the Earth)

Ele testemunha uma cura impactante durante uma das reuniões de avivamento no Brasil: “Faz dois dias, um rapaz que teve um AVC foi curado. A mão esquerda dele era paralisada e não podia levantar o braço. Ele não podia fazer nada. Quando oramos por ele, contou que sentiu um calor e foi totalmente curado”.

Paul diz que o primo do rapaz, que é o pastor, disse que “isso foi um milagre verdadeiro”. Depois, Paul conta que foi convidado para um jantar com o rapaz curado e sua família. “E ele estava tão feliz”, relembra o evangelista.

Além desses milagres, Paul diz que no Brasil está acontecendo muita salvação. “O avivamento chegou. E vai crescer nos próximos dias. Eu creio que esse mover vem para toda a América Latina. Creio que o Senhor está levantando o exército dos últimos tempos. Deus está procurando por pessoas com o coração puro. Que estão cheias do fogo de Deus. Que vão entregar a glória para Jesus. Que não tomarão para si o crédito”.

Para Jhonatan, além de testemunharem o avivamento em suas viagens missionárias, ele também vê a Igreja ainda muito estagnada. “Tenho visto muito mover… o avivamento já começou, mas vejo a Igreja dormindo, e distraída em muitas coisas”, alerta.

Cristãos oram por avivamento no sul da Ásia. (Foto: Cover the Earth)

O colombiano diz que o avivamento está acontecendo, mas “a igreja que não acordar, que não abrir os olhos para ver o que está acontecendo na sua frente, não fará parte disso”.

“Vejo acontecer muitos milagres e salvações na África, na Colômbia, em El Salvador, aqui no Brasil e em muitos lugares… Isso para mim é avivamento global”, diz.

O evangelista diz que “antes Deus usava alguns homens para isso, agora Deus está usando uma igreja avivada. Porque o avivamento começa pela igreja. E a igreja estando avivada, é um avivamento global, pois acontece em todas as nações”.

Por Guiame

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -