Escolhendo a equipe

spot_img

Mais lidas

“Num daqueles dias, Jesus saiu para o monte a fim de orar, e passou a noite orando a Deus. Ao amanhecer, chamou seus discípulos e escolheu doze deles, a quem também designou como apóstolos”. Lucas 6:12;13

Jesus tinha milhares de seguidores que o acompanhavam e testemunharam seus milagres, ensinamentos e demonstrações de amor. Várias receberam seu toque e sua cura. Numerosos foram aqueles que dialogaram com Jesus, mas mesmo Ele tendo contato e sendo seguido por muitos, não destacou a todos. Jesus escolheu poucas dentre as milhares de pessoas que o seguiam, Ele escolheu bem menos que 1% de todos que o conheciam. Ele preferiu apenas doze para apóstolos, e estes puderam receber mais intimamente os ensinamentos e comunhão. Em Mateus 14:21, após Jesus realizar o milagre da multiplicação dos alimentos, está escrito “E os que comeram foram quase cinco mil homens, além das mulheres e crianças”. Imaginem: se ao longo de Sua vida na Terra, Jesus tivesse em média de 4 mil seguidores, 12 pessoas correspondem a 0,3% desse grupo. Se Jesus arrastasse em média 1,5 mil seguidores por onde andasse, ainda assim 12 pessoas correspondem a menos de 1% de todos. O número de pessoas escolhidas por Jesus para ser apóstolos foi realmente bem restrito, uma equipe bem escolhida e pequena.

Mesmo que você já tenha uma equipe formada, ou caso você ainda não tenha ninguém trabalhando com você, é importante que escolha algumas pessoas para que fiquem mais próximas e recebam orientações diretas para atuação. Um líder não pode estar sozinho em sua liderança. Pessoas de confiança, próximas e com um relacionamento íntimo lhe ajudarão na maravilhosa, mas desafiadora incumbência de liderar. Vamos ler sobre o conselho que Jetro, sogro de Moisés, deu sobre liderança:

No dia seguinte Moisés assentou-se para julgar as questões do povo, e este permaneceu de pé diante dele, desde a manhã até o cair da tarde. Quando o seu sogro viu tudo o que ele estava fazendo pelo povo, disse: “Que é que você está fazendo? Por que só você se assenta para julgar, e todo este povo o espera de pé, desde a manhã até o cair da tarde? ” Moisés lhe respondeu: “O povo me procura para que eu consulte a Deus. Toda vez que alguém tem uma questão, esta me é trazida, e eu decido entre as partes, e ensino-lhes os decretos e leis de Deus”. Respondeu o sogro de Moisés: O que você está fazendo não é bom. Você e o seu povo ficarão esgotados, pois esta tarefa lhe é pesada demais. Você não pode executá-la sozinho. Agora, ouça-me! Eu lhe darei um conselho, e que Deus esteja com você! Seja você o representante do povo diante de Deus e leve a Deus as suas questões. Oriente-os quanto aos decretos e leis, mostrando-lhes como devem viver e o que devem fazer. Mas escolha dentre todo o povo homens capazes, tementes a Deus, dignos de confiança e inimigos de ganho desonesto. Estabeleça-os como chefes de mil, de cem, de cinquenta e de dez. Eles estarão sempre à disposição do povo para julgar as questões. Trarão a você apenas as questões difíceis; as mais simples decidirão sozinhos. Isso tornará mais leve o seu fardo, porque eles o dividirão com você”. Êxodo 18: 13; 22.

Conforme o conselho de Jetro a Moisés, é necessário dividir o exercício da liderança com outras pessoas. Isso servirá também como oportunidade para treinar novos líderes e multiplicar o tempo e os resultados. Mas como saber quem escolher para pertencer a esse grupo restrito? É importante ressaltar que na passagem que lemos em Lucas 6, no verso 12, antes de Jesus escolher seus apóstolos, Ele passou a noite orando. Se Jesus, que foi a maior imanência de Deus passou a noite orando ao Pai para no dia seguinte escolher seus apóstolos, nós devemos seguir seu exemplo, para escolher o grupo que estará junto na caminhada.

O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável, mas há um amigo mais chegado do que um irmão. Provérbios 18:24.

Você, como líder, precisará de um time assim, um time de pessoas que estarão com você como irmãos e que saibam claramente o objetivo da liderança. Mas a escolha do seu time não é tarefa fácil, você precisa de um bom tempo de oração, um bom tempo de relacionamento com Deus para que Ele dê a sabedoria necessária e a estratégia devida para as escolhas. Deus tranquilizará seu coração para que saiba quem serão os escolhidos, a quantidade certa, se serão 3, 12 ou 50 pessoas, se serão homens, mulheres, casais, jovens, idosos. Tudo isso virá como orientação de Deus.

Algumas dicas de pessoas para você manter próxima e para fazer parte do seu equipe:

Pessoas que amam: escolha aqueles que gostam de ajudar, que se preocupam com o próximo;
Guardam a língua: pessoas que utilizam a fala para transmitir bênçãos e semear amor e não contendas e fofocas;
Experientes: nem sempre será fácil achar pessoas que tenham experiências, que tenham vivido o suficiente para ter sabedoria com momentos difíceis, mas é importante que tenham alguns assim em seu time;
Leais: pessoas que estejam com você em todos os momentos;
Proativas: pessoas que se antecipem e já proponham soluções e não apenas apresentem os problemas.

Ainda há tempo, escolha a excelência.

Por Cristiano R. Costa é bacharel em Ciência da Computação e Especialista Executivo em Gestão de Empresas e de Projetos.

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -