Extremistas muçulmanos espancaram apologista cristão, em Uganda

spot_img

Mais lidas

Evangelista foi espancado por debater sobre salvação com muçulmanos.

Um apologista e evangelista cristão de Kampala, Uganda, foi espancado até perder a consciência por extremistas islâmicos enquanto viajava para participar de um debate sobre Cristianismo e islamismo, de acordo com um relatório.

Dois homens pararam o carro do apologista Charles Kamya, de 43 anos, quando ele estava a cerca de 300 metros do local de debate ao ar livre na área de Bwaise, em Kampala, e então uma multidão o atacou, informou o Morning Star News.

“Parei meu carro apenas para ser emboscado por seis outros muçulmanos em trajes islâmicos que ressurgiram do mato por volta do meio-dia”, disse Kamya de sua cama de hospital.

Um dos agressores lhe disse: “Você tem aterrorizado nossa religião. Hoje Alá te chamou, e você vai encontrá-lo. Alguns me bateram muito enquanto outros me cortaram com alguns objetos, e perdi muito sangue quando me tiraram do carro e me jogaram para fora”, disse ele.

No ataque de 29 de janeiro, ele foi atingido na cabeça com uma barra de ferro, deixando-o inconsciente por cerca de duas horas. Um transeunte o encontrou em uma poça de sangue e chamou a polícia.

O pai de Kamya teme que seu filho seja atacado novamente e pediu ao hospital que o liberasse contra os conselhos dos médicos.

Dias antes do ataque, Kamya havia ido a uma mesquita na área de Jinja para comprar um Alcorão, acompanhado por um muçulmano convertido ao cristianismo. Ele então debateu com os muçulmanos naquela mesquita.

“Eu usei o Alcorão para mostrar aos muçulmanos que, desde o início da Terra até hoje, Deus quer que todas as pessoas sejam salvas, incluindo os muçulmanos”, disse Kamya. “Também discuti a Surata 72 sobre os poderes dos gênios do mal, e que eles podem ser derrotados por Issa [Jesus], e muitos muçulmanos convertidos a Cristo. Um sheik queria tirar o Alcorão de mim, mas eu recusei e saí imediatamente.”

Por Gospel Prime

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -