Cristão norte-coreano é preso duas vezes após fugir para a China

spot_img

Mais lidas

Segundo a Portas Abertas, a Coreia do Norte é o 2º na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022

imothy* foi preso novamente depois que fugiu pela segunda vez para a China. Na prisão, ele conheceu um sul-coreano que possuía uma Bíblia. O cristão sabia que se voltasse para a Coreia do Norte provavelmente seria executado ou enviado para um campo de trabalho forçado.

“Eu chorava todas as noites. Então esse homem me perguntou por que eu chorava. Eu expliquei a situação e ele me disse para ler a Bíblia. Na época, eu nem sabia o que era isso. Ele também me ensinou a orar. Lembro de dizer amém ao final de minhas palavras: ‘Deus, eu não quero voltar para a Coreia do Norte. Amém’. ‘Eu não quero ser morto. Amém.’ Eram orações muito simples, puramente por sobrevivência.”

Timothy achou que alguém o tiraria de lá, mas nada aconteceu. “Então desafiei a Deus. Se ele realmente existisse, que me tirasse da prisão e me desse liberdade. Se fizesse isso, daria todo o meu coração e minha vida a ele. Mas, se fosse mandado para a Coreia do Norte, o negaria. Eu fiz essa oração até o momento em que saí da prisão.”

Depois de algumas semanas na prisão, ele foi chamado. Apesar de achar que eram oficiais norte-coreanos que o levariam de volta para seu país, foi informado que seria deportado para as Filipinas. Aquela era a resposta às orações de Timothy. Por não ser alguém relevante ou com contatos políticos, aquilo só poderia ser um milagre.

*Nome alterado por segurança.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -