Pastor compartilha as dificuldades de seguir a Cristo na Colômbia

spot_img

Mais lidas

Segundo a Portas Abertas, o país é o 30º na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2021

O cristão Jasar (pseudônimo), parceiro da Portas Abertas da Colômbia, compartilha que teve uma infância difícil e que ele servia aos guerrilheiros. Aos 17 anos, ele já liderava mais de 3 mil homens. O principal alvo deles eram os cristãos.

Atualmente servindo como pastor, ele confessou que sua vida não tem sido fácil, mas que tudo é possível com Deus. Na Colômbia, a liberdade é citada como um direito, mas não é assim que acontece. Naquele país, os cristãos são vistos como uma ameaça ao poder dos líderes locais e às tradições ancestrais indígenas.

Segundo a Portas Abertas, a Colômbia oculpa o 30º lugar na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2021; e apresenta um quadro de perseguição localizada e violenta. Líderes da igreja são ameaçados, assediados, extorquidos e até assassinados como resultado da violência cometida por guerrilheiros e outros grupos criminosos, especialmente em áreas mais remotas. Apesar de ser um país majoritariamente cristão, parece haver uma crescente intolerância contra os seguidores de Cristo na esfera pública.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -