Pastor é sequestrado e morto na Nigéria

spot_img

Mais lidas

Ele foi morto após pagamento de resgate. A esposa dele também foi sequestrada.

Dauda Bature, pastor da Evangelical Church Winning All em Nariya, trabalhava em sua fazenda quando foi sequestrado. O fato aconteceu no estado de Kaduna, na Nigéria, em novembro. Após dez dias, os bandidos também sequestraram a esposa do nigeriano enquanto ela entregava a eles o valor do resgate. Os criminosos alegaram que a quantia levada por ela era insuficiente.

No entanto, ela foi liberta, no dia 6 de dezembro, com o intuito de conseguir mais dinheiro para entregar aos sequestradores para eles libertarem o pastor. Mas o secretário da igreja, que havia assumido as negociações com os malfeitores, foi informado dois dias depois, por meio de uma ligação, que o pastor havia sido morto.

Segundo a Portas Abertas a Nigéria é o 9º país na Lista Mundial da Perseguição 2021. Ataques violentos do Boko Haram, pastores de cabra fulanis, Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP, da sigla em inglês, grupo afiliado ao Estado Islâmico) e outros extremistas islâmicos são comuns no Norte e Cinturão Médio do país e estão se tornando mais presentes no Sul também.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -