Estudo revela que maioria dos millennials se sente deprimido, ansioso ou com medo

spot_img

Mais lidas

Millennials estão mais focados em sucesso profissional do que em construir uma família.

De acordo com um estudo realizado pelo Centro de Pesquisa Cultural da Universidade Cristã do Arizona, a maior parte dos americanos de idade milenar relata estar ansioso, deprimido ou com medo enquanto lutam para desenvolver relações duradouras.

O relatório “Millennials na América”, contou com dados de uma pesquisa com mais de 600 adultos millennials, definidos como americanos com idades entre 18 e 37 anos, e incluiu também dados do Inventário Anual de Visão de Mundo Americano, da CRC.

De acordo com o relatório, 54% dos millennials admitiram sentir ansiedade, depressão ou medo frequentemente. Tracy Munsil, a diretora executiva do CRC, disse que a geração é atormentada pela insegurança e profundo desejo de fazer parte de uma comunidade que os “conhece, aprecia e respeita”.

“A maior parte da geração diz estar insatisfeita com suas relações íntimas e em conjunto. Na verdade, quando se trata de relacionamentos, eles evitam conflitos e têm dificuldade em confiar nos outros”, disse Munsil segundo The Christian Post.

George Barna, diretor do CRC, escreveu que os problemas de relacionamento milenar provavelmente estão ligados a níveis crescentes de problemas emocionais e de saúde mental que os jovens americanos relatam experimentar regularmente.

Segundo Barna, o relatório observa que os jovens adultos de hoje são mais propensos do que seus antecessores a lutar em sua busca por relacionamentos duradouros e significativos.

“Entre os obstáculos evidentes nessa jornada estão seus ataques de insegurança, a influência de sua família disfuncional de origem, padrões relacionais irrealistas, habilidades e esforços de comunicação inadequados e questões de identidade”, disse ele.

Munsil sugere que os dados que mostram que a geração millennials está mais focada no sucesso profissional e menos preocupada com a formação familiar, refletem uma “‘tempestade perfeita’ geracional”, na qual os Millennials estão trazendo uma revolução virtual enquanto atrasam, e até rejeitam, o casamento e começarem famílias.

Por Gospel Prime

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -