Pastor é levado para a delegacia na Índia

spot_img

Mais lidas

Segundo Portas Abertas, o país é o 10º na Classificação a Perseguição Religiosa 2021

Um pastor foi levado a uma delegacia, aonde foi interrogado, depois que um grupo de nacionalistas hindus forçou a entrada em uma igreja no Sul do estado de Karnataka, na Índia, no dia 19 de outubro. Ele e outros cristãos foram acusados de converterem pessoas à força. Alguns dias antes, em 10 de outubro, um grupo de 50 cristãos foi preso em Uttar Pradesh, Norte do país, por supostamente violar a lei anticonversão do estado. Sete pessoas ficaram retidas, entre eles três mulheres que foram libertadas sob fiança três dias depois.

Mais de 10 cristãos, também em uma reunião de oração, foram presos em 3 de outubro no estado vizinho de Uttarakhand. Pouco antes da reunião começar, uma multidão de quase 300 pessoas atacou a igreja em Roorkee, destruindo propriedades e espancando alguns dos membros da igreja.

Um relatório recente, intitulado “Mentiras Destrutivas”, da London School of Economics em parceria com a Portas Abertas disse que a desinformação contra minorias religiosas na Índia “prospera sem controle”, fazendo com que elas experimentem “ameaça existencial iminente”. Nos últimos meses, houve protestos em larga escala contra os cristãos e supostas conversões forçadas em Chhattisgarh e Madhya Pradesh.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -