Pastor é preso em Bangladesh

spot_img

Mais lidas

Ele foi acusado de pertencer a um grupo antiestado

O cristão ex-muçulmano Samsuddin foi preso junto com 17 pessoas em Bangladesh na semana passada. Ele foi acusado por supostamente fazer parte do Jamaat-e Islam, um partido político religioso conhecido por ser antiestado no país. Agora que a polícia sabe que ele se converteu ao cristianismo, ele e a família temem que isso seja usado contra ele.

Na noite de 18 de outubro, ele participou de um treinamento veterinário no Hospital Darus Shifa com outros profissionais, quando as portas da sala em que estavam de repente se abriram e uma equipe de policiais invadiu o hospital, prendendo todos os veterinários e treinadores presentes.

Três dias depois, uma equipe de detetives foi à casa do cristão para investigar e coletar informações. As autoridades perguntaram se Samsuddin fazia parte do Jamaat-e Islam, no entanto ele negou. A esposa Mafuza disse à polícia que ele é um cristão que se converteu do islã ao cristianismo há muitos anos. A informação também foi confirmada por outros moradores.

Samsuddin é um veterinário conhecido por tratar aos animais locais na aldeia há muitos anos. Ele faz alguns trabalhos pastorais e compartilha o evangelho sempre que pode, e a esposa dele ajuda membros da comunidade local a ler e escrever.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -