Pare de querer achar culpados

spot_img

Mais lidas


Existem pessoas que têm o hábito de culpar alguém, devido às dificuldades em assumir as suas responsabilidades e as suas escolhas. Porque quando a pessoa tenta culpar alguém, ela acaba, mesmo que de forma inconsciente, tentando aliviar a sua própria culpa.

É importante entendermos que a responsabilidade tem a ver com a capacidade de reconhecer que você é responsável por suas atitudes, mas também é importante entendermos que nem sempre acertaremos, ou as coisas sairão da forma que desejamos.

Quando uma pessoa tenta encontrar um culpado por algo que não deu certo, que fracassou, essa pessoa acaba cometendo um grande erro, pois acaba perdendo tempo. Quando na verdade deveria assumir os erros, para tentar consertar quando possível ou, pelo menos, aprender com eles, para não repetir.

Há quem diga que isso não é de Deus, o inimigo que me fez agir assim. Já existem aquelas pessoas que dizem que isso é de Deus, por isso vou fazer. Na verdade, querem achar culpados ou responsabilizar alguém por suas atitudes nas mais diversas circunstâncias.

É importante entendermos, que realmente existem coisas que escolhemos, que não é culpa nem de Deus e nem do diabo, e sim nossas falhas humanas. Como escolher a roupa que irá vestir, o alimento que irá comer, a profissão que irá exercer, com quem vai se casar, etc.

A maioria das coisas que acontecem ou fazemos são por nossas escolhas. Tenho observado que algumas pessoas preferem culpar o inimigo de suas almas, pelo que fizeram de errado, como no caso de uma traição ou de uma briga. Falas do tipo: “o inimigo armou para mim, por isso pequei, por isso perdi meu casamento, minha família, etc”.

Em João.10.10 diz: “O ladrão não vem senão roubar, matar, e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância”.

Na verdade, o inimigo age sobre a vida de uma pessoa sim, desde que ela dê legalidade. Existem atitudes que nos trazem consequências espirituais saudáveis, mas existem aquelas que nos trazem como consequências danos e prejuízos, nas mais diversas áreas de nossas vidas. O que o homem planta, ele colhe.

Em Gálatas 6.7, está escrito: “Não vos enganeis de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifarás”.

O que você tem plantado? Você tem plantado boa semente, independente do que você viveu com seus pais? Você pode escolher viver e praticar boas ações com seu cônjuge, com seus filhos e amigos.

Deus quer o melhor para você, porém a decisão de não viver remoendo as coisas do passado, e também de não reproduzir os traumas e as agressividades vividas são individuais. Pare de culpar o inimigo dizendo: “Briguei com meu marido, com meu filho, e o diabo é culpado”. Assuma o que você faz. Deus também nos ensina através de sua Palavra, que devemos obedecer a Ele.

Se perdoe, pois, com certeza, errará várias vezes ao longo da vida. Porém, quando você assume os seus erros ou falhas, a probabilidade de não repeti-los é grande. Quando se permite enxergar algo negativo que você fez, isso é um sinal de saúde emocional.

Pare de achar culpados, ore, analise antes de tomar qualquer atitude em sua vida. Seja você uma pessoa capaz de fazer boas escolhas. Deus tem o melhor para você! E Ele te deu inteligência e capacidade de fazer as suas escolhas.

Deus te abençoe sempre!

Por Valquíria Salinas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -