Cristã ex-muçulmana foge de casa para seguir a Cristo

spot_img

Mais lidas

Atualmente, Nala vive em outro país, após conseguir ajuda de outros cristãos secretos

A Portas Abertas já noticiou sobre a dupla vulnerabilidade enfrentada pelas mulheres cristãs: por serem mulheres e por serem cristãs, em países onde existe hostilidade aos seguidores de Jesus. A jovem Nala*, de 22 anos, enfrentou perseguição vinda de dentro da própria família e decidiu deixar o lar e buscar abrigo em outro país, onde pudesse seguir a Cristo sem medo.

Nascida e criada em uma família muçulmana, os pais de Nala sempre foram muito rigorosos com ela. Ela sempre teve o desejo de estudar, mas a família não deixada nenhuma mulher ter acesso à educação. Por isso, a jovem começou a buscar por conhecimento online e foi impactada pela palavra de Cristo. “Comecei a procurar vídeos e encontrei alguns que compartilhavam sobre a Bíblia”, conta.

Um lar hostil
Após o contato com o cristianismo, Nala começou a ler as Escrituras e se aprofundar na palavra de Deus, mas a jovem passou a enfrentar perseguição vinda da família, na própria casa. Os parentes a prenderam dentro de casa e passaram a agredi-la. A família também tentou “curá-la” por ter deixado o islã. A jovem conseguiu entrar em contato com outros cristãos secretos e eles conseguiram um lugar para a seguidora de Jesus.

Nala então fugiu para a casa dos irmãos na fé e uma semana depois saiu do país, apenas com a roupa do corpo. Atualmente, a cristã vive em outro país e tem a igreja como sua família. E, apesar dos momentos de desânimo, Nala reconhece: “Jesus me mudou. Percebi que não o escolhi, mas ele me escolheu. Eu não saí procurando por ele, mas ele me encontrou. Antes eu não tinha felicidade, mas agora tenho alegria”.

*Nome alterado por segurança.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -