Treinamentos bíblicos transformam vidas na China

spot_img

Mais lidas

Os ensinamentos de educadores cristãos encorajaram os seguidores de Jesus

Hoje, 5 de outubro, é comemorado o Dia Mundial do Professor. A data foi criada pela UNESCO em 1994 com o objetivo de chamar atenção para o papel fundamental dos professores na sociedade e na instrução da população. No Brasil, esse dia é celebrado dez dias mais tarde, em 15 de outubro. Em muitos países onde existe perseguição aos cristãos, muitos líderes desempenham o papel de professores para instruir e treinar os cristãos biblicamente.

Cada vez mais igrejas locais na China enfrentam perseguições e os líderes são ameaçados e forçados a manterem a fé em segredo e não podem realizar atividades cristãs para crianças e jovens. Frederico*, um parceiro local da Portas Abertas, visitou igrejas locais e aldeões para entender como os treinamentos estão impactando vidas, além de exercer o papel de professor na ministração de treinamentos.

Frederico conduziu treinamento de preparação para perseguição para cerca de 25 irmãos e irmãs de igrejas de uma região da China. Durante o treinamento, compartilhou um vídeo sobre como cristãos em outros países se sustentam fortes na fé, mesmo enfrentando a perseguição. Os participantes foram encorajados e inspirados. Uma irmã compartilhou: “Eu continuarei orando por esses irmãos. Eu poderia desistir da minha fé cristã se eu enfrentasse tais dificuldades e perseguições, mas eles não desistem. Sou grata por ainda sermos capazes de adorar a Deus desta forma aqui e agora”.

O parceiro ainda visitou outra igreja, que começou a se reunir em pequenos grupos por conta da pandemia da COVID-19. O local original da igreja foi reformado e alugado. Os líderes dessa igreja não têm experiência em liderar pequenos grupos e ainda estão aprendendo a como trabalhar dessa forma. Cerca de 20 líderes de pequenos grupos aderiram ao treinamento de preparação para perseguição conduzido por Frederico. No treinamento, eles também assistiram a um vídeo sobre a situação de irmãos e irmãs perseguidos em países do exterior, aprenderam com sua fé e perseverança e foram encorajados.

“Antes eu me lamentava e me sentia fraco quando as autoridades ameaçavam nossa igreja, mas ao conhecer as situações que meus irmãos enfrentam em todo o mundo, sinto que fui encorajado a continuar firme na fé. Embora nossa força seja limitada, podemos orar por outros cristãos perseguidos. Confio no poder das orações”, compartilhou um cristão local.

*Nome alterado por segurança.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -