Organizações cristãs alertam que com o talibã no poder, a vulnerabilidade dos fiéis aumenta em dez vezes

spot_img

Mais lidas

Afeganistão ocupa atualmente o segundo lugar na Lista Mundial da Perseguição

Organizações cristãs alertam que com o talibã no poder, a vulnerabilidade dos fiéis aumenta em dez vezes

Após tomada rápida do controle militar e geográfico do Afeganistão, neste domingo (16), o talibã assumiu o palácio presidencial, e anunciou à TV Al Jazeera que teriam “vencido a guerra”, iniciada em 2001 com a intervenção militar dos EUA.

Milhares de afegãos invadiram as pistas de vôo, com a esperança de embarcar em um avião e fugir do novo regime talibã, nesta segunda-feira (16) no aeroporto de Cabul. Tropas dos Estados Unidos deram tiros de advertência para o alto e os voos comerciais foram cancelados.

O insurgentes prometem seguir com uma abordagem mais moderna, e estabelecer relações internacionais, mas a forma como se dará a imposição da sharia (lei islâmica), é preocupante.

De acordo com os relatos das agências missionárias e organizações de direitos humanos, quase já não havia presença pública de cristãos no Afeganistão, nos últimos anos.

O país ocupa o segundo lugar na Lista Mundial da Perseguição 2021, publicada anualmente pela Portas Abertas, ficando atrás apenas da Coréia do Norte. De acordo com o relatório, “É impossível viver abertamente como cristão no Afeganistão. Deixar o Islã é considerado vergonhoso, e os convertidos cristãos enfrentam terríveis consequências se sua nova fé for descoberta. Ou eles têm que fugir do país ou serão mortos ”.

O diretor de campo da Missão Portas Abertas para a Àsia, destacou que estão monitorando a situação, mas que é hora de pedir à Deus por misericórdia não só do Seu povo, mas do país como um todo.

“Agora que o Talibã está no poder, a vulnerabilidade dos crentes secretos aumenta dez vezes. Ore pelo pequeno grupo de crentes no país, os deslocados, as mulheres e os enfermos , e também a orar para que o país não seja um refúgio para extremistas”, conclama.

Alerta sobre o direito de meninas e mulheres em risco

Outro alerta também foi feito pelo produtor do ministério parceiro da TV SAT-7 , Media Mission the Messengers, e afirma ser “uma situação muito terrível. Nossos amigos, nossos irmãos e irmãs em Cristo estão nos dizendo o quanto eles têm medo de que suas vidas sejam destruídas ”.

“Estamos vendo as mesmas coisas de antes nas áreas que o Talibã agora controla. As meninas não podem ir à escola, e as mulheres não podem sair de casa sem um companheiro ”, acrescentou ele que viveu no Afeganistão.

Alguns cristãos que trabalharam para o governo já relatam estra sofrendo com represálias.

Assim como a Portas Abertas, a TV SAT-7 também lançou uma campanha de oração pela situação no país, enfatizou que “muitos vieram a Cristo de todas as etnias em todo o Afeganistão. Por favor, ore nas próximas semanas para que Jesus, Príncipe da Paz, reine em muitos corações ”.

O chefe de Relações e mídia da organização cristã The Voice of the Martyrs, Todd Nettleton, acredita que o talibã estava “esperando nas asas” todo esse tempo, e ressalta que “ não precisamos nos perguntar o que eles vão fazer. Nós vimos isso . Sabemos sobre a opressão das meninas; eles forneceram um refúgio para Osama bin Laden; Os cristãos foram perseguidos pelo Talibã ”.

Para Nettleton, dessa vez, o número de cristãos afetados será maior.

“ Não será pior no nível de perseguição, mas acho que será pior em termos de números porque há mais cristãos no Afeganistão do que há 20 anos”, concluiu.

Por Portas Abertas EUA

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -