Muitos dos participantes que participarão das Olimpíadas estão na Lista Mundial da Perseguição Religiosa

spot_img

Mais lidas

Em muitos deles é extremamente difícil viver como cristão, mas estão presentes nas Olimpíadas há anos

Hoje, 23 de julho, é o início dos Jogos Olímpicos de 2020 que acontecerão em Tóquio, capital do Japão. Pela primeira vez desde 1896, os jogos acontecerão sem espectadores, devido à pandemia da COVID-19. 

Quase todos os países onde existe perseguição aos seguidores de Jesus integram a lista de participantes dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Em muitos deles é extremamente difícil viver como cristão, mas estão presentes nas Olimpíadas há anos. Conheça um pouco mais sobre três desses países hostis ao evangelho e que estarão na Olimpíada: AfeganistãoUzbequistão e Quênia

1. O Afeganistão participa dos Jogos Olímpicos desde 1936 e já esteve presente em 14 edições do campeonato. Em outubro de 1999, o país foi banido dos Jogos Olímpicos de Sydney, devido ao rígido tratamento do regime Talibã dado às mulheres, vetando-as da prática de qualquer esporte. A proibição foi revogada em 2003 e o país voltou a participar em 2004. O Afeganistão ocupa a 2ª posição na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2021,onde é impossível viver livremente como um cristão. Por isso, muitos mantêm a fé em segredo, mas para os cristãos ex-muçulmanos é ainda pior, pois precisam fugir do país para manter a vida. 

2. O Uzbequistão participou pela primeira vez das Olimpíadas como país independente em 1994, e mandou atletas para competirem em todos os Jogos desde então. Entre os anos de 1952 e 1988, os atletas do país competiam como parte da União Soviética e, após sua dissolução, o país fez parte do Time Unificado em 1992. O Uzbequistão está localizado na Ásia Central e ocupa o 21º lugar na LMP 2021. Os seguidores de Cristo no país podem ser agredidos pela família e comunidade e obrigados a deixarem o lar em que vivem por não abrirem mão do evangelho. 

3. O Quênia participou pela primeira vez dos Jogos Olímpicos em 1956, e enviou atletas para competirem em todas as edições dos Jogos Olímpicos desde então, exceto nas Olimpíadas de 1976 e 1980. Os atletas do país se destacam nas modalidades de atletismo e boxe. O país ocupa o 49º lugar na LMP 2021 e, por mais que a maioria da população seja cristã, ainda existe perseguição. De modo especial, os cristãos ex-muçulmanos vivem sob constante ameaça de ataque vinda de amigos e familiares, além do grupo extremista islâmico Al-Shabaab, que se infiltrou na população para monitorar as atividades dos cristãos. 

Pela primeira vez desde 1988, a Coreia do Norte, nação mais fechada do mundo ao evangelho e que ocupa o 1º lugar na LMP 2021, não participará dos Jogos Olímpicos. As autoridades do país decidiram não participar sob o argumento de proteger os atletas da possível exposição à COVID-19. Os seguidores de Jesus norte-coreanos enfrentam perseguição extrema em todas as esferas da vida e vivem a fé em segredo, porque se as autoridades descobrirem, eles poderão ser mortos, presos ou enviados para campos de trabalho forçado.  

Rússia também não participará da Olimpíada de Tóquio, devido a uma decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS). Em dezembro de 2020, o Tribunal decidiu banir a Rússia das competições esportivas mundiais até o fim de 2022. A punição veio após uma série de escândalos envolvendo doping, falsificação de testes e queima de arquivos comprometedores. A Rússia integra a Lista de Países em Observação e são os cristãos ex-muçulmanos das regiões de maioria islâmica que carregam o peso da perseguição no país. Em algumas áreas eles precisam manter a fé em segredo por medo de serem executados.  

Pedidos de oração

– Clame para que durante esses dias os atletas participantes conheçam a palavra de Deus e entreguem a vida a Cristo.

– Interceda para que Jesus mantenha os cristãos firmes na fé, mesmo diante da perseguição que enfrentam.

Por Portas Abertas

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -