O Líder Cristão – Parte 4

Pr. Sérgio Loureiro
Pr. Sérgio Loureiro
Sou o Pastor Sérgio Loureiro, Casado com Neusimar Loureiro, Pai de Lucas e Daniela Loureiro. Graduando em Administração e Graduando em Teologia. Congrego na Assembleia de Deus em Bela Vista - SG
spot_img

Mais lidas

Continuando com o assunto falaremos sobre as qualidades do líder cristão

  1. Fé bíblica em Deus

Esta é uma qualidade de fé, comum a todos os autênticos líderes crentes. Ao lermos Hebreus 11, nos suscita coragem, um predicado de que o líder crente sempre necessita (Hb 11.27) .

  1. Capacidade divina do líder (Mt 4.19; At 1.8). Para “governar bem” é preciso capacidade + eficiência (1Tm 5.17);
  2. A unção divina do líder
  3. A unção divina muda à vida da pessoa ungida (Saul, ao ser ungido, 1Sm 10.9)
  4. Eram ungidos os líderes de Deus do Antigo Testamento: profetas, sacerdote e reis
  5. Dons do Espírito Santo relacionados a líderes: “O que preside” (Rm 12.8). “Os que presidem sobre vós no Senhor” (1Ts 5.12); “Governos” (Lit) – (1Co 12.28); a forma plural “governos”.
  6. Bispos constituídos pelo Espírito Santo para apascentar a igreja de Deus (At 20.28).
  7. José, o líder: “homem em quem há o Espírito de Deus” (Gn 41.38 – ARA).
  8. Arão, o sacerdote chamado por Deus: “o óleo precioso sobre a sua cabeça, sua barba e seus vestidos (Sl 133.2).
    1. O caráter íntegro do líder (Sl 24.2; 2Co 5.17; 1Sm 12.3-5; MT 5.8; Tg 4.8).
  9. Caráter, literalmente, marca ou sinal revelador e identificador deixado por algo, numa superfície qualquer.
  10. O líder cristão de caráter íntegro ganha a confiança do povo. Um líder cristão de mau caráter é contra-senso e perto está da sua ruína.
  11. O caráter do líder cristão está profundamente relacionado à santificação, à moral e a fidelidade.
  12. Moral e coragem. O lídimo líder deve ter as duas. Mas alguns tem moral, mas não tem coragem. Já outros, têm coragem, mas não têm moral.
  13. Exemplos de bom caráter
  14. Barnabé At 11.24;
  15. Paulo Gl 2.1,9.
    1. Humildade

     Jesus, a caminho da glória (Lc 24.26b), passou pelo lava-pés dos discípulos, pelo Getsêmani e pelo Calvário. Jesus como rei, em João 12, e a seguir como servo, em João 13. Subir de servo para rei, todos queremos, mas descer de rei para servo, só se realmente seguirmos a Cristo “Então disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncia-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me” (Mt 16.24).

4.2.2. A autodisciplina do líder (seu autodomínio)

O líder cristão, antes de liderar os outros, deve liderar a si mesmo, e a sua casa.

  1. A autodisciplina do corpo (apetites, necessidades, hábitos, etc.). 1Co 25-27
  2. A autodisciplina do coração, dos sentimentos (1Sm 16.1,3)
  3. A autodisciplina da mente, das atitudes, das memórias, etc. (2Co 10.4,5; Fp 3.13 – “esquecendo-me das coisas que atrás ficam”).
  4. A autodisciplina do tempo. O exemplo de Jesus (Mt 26.45; Lc 22.14; Jo 2.4; 7.8,30; 8.20; 9.4; 12.23; 17.1). Nossa disciplina do tempo requer planejamento antecipado, isto é, evitamento de improvisação.

  4.2.3. Obediência

a) A obediência de Jesus. “Obediente até a morte” (Fp 2.8); “Ainda que era filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu” (Hb 5.8).

b) A virtude da obediência não nos é comunicada, nem transferida, é aprendida na escola do dever, da responsabilidade e do trabalho.

c) Quem não é disciplinado em obediência, não deve dirigir nada. Não deve ocupar cargos. Não deve comandar.

d) O líder que não sabe obedecer, e que não quer obedecer, nunca será um bom líder. Ele tem que ter obediência:

  • a Deus;
  • à Palavra de Deus;
  • à direção do Espírito Santo;
  • aos líderes superiores estabelecidos por Deus.
  •  Há obreiros e líderes que só obedecem enquanto são iniciantes, auxiliares, pequenos e desconhecidos. À medida que vão galgando a hierarquia, e sendo conhecidos, tornam-se indisciplinados, independentes, desobedientes e até arbitrários. 
- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -