Tipos de consciência na Bíblia

Pr. Sérgio Loureiro
Pr. Sérgio Loureiro
Sou o Pastor Sérgio Loureiro, Casado com Neusimar Loureiro, Pai de Lucas e Daniela Loureiro. Graduando em Administração e Graduando em Teologia. Congrego na Assembleia de Deus em Bela Vista - SG
spot_img

Mais lidas

Texto Bíblico: Jó 27.6

Introdução

                  Neste texto sagrado, o patriarca Jó apresenta o diagnóstico de sua consciência, dizendo:

“A minha justiça me apegarei e não a largarei; não me remorderá o meu coração em toda a minha vida”.

Existem vários tipos de consciência nas Escrituras. No Antigo Testamento, quase não se fala da consciência, pois, em alguns casos, a consciência é substituída pela palavra “coração”, “mente” ou “espírito”. Por exemplo, Salomão afirma que:

“Alma do homem é a lâmpada do Senhor, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do ventre” (Pv 20.27).

Na verdade, a consciência humana é também a lâmpada de Deus, que traz à luz e julga todos os atos praticados pelos homens. Portanto, quando a nossa consciência nos acusa, a lâmpada de Deus começa a piscar dentro de nós, a fim de chamar-nos a atenção. Mas a nossa consciência não pode acusar a consciência do meu irmão e nem a dele a minha. Existem vários tipos de consciência encontradas na Escrituras Sagradas, vejamos:

I – TIPOS DE CONSCIÊNCIA NA BÍBLIA

  1. CONSCIÊNCIA CAUTERIZADA. A consciência cauterizada é uma consciência insensível ou perder a sensibilidade para as coisas boas e corretas ou neutralizar todo sentimento humano que qualquer criatura possui (Ef 4.18,19). Já não há mais sensibilidade espiritual. A dureza do coração leva, primeiramente, a escuridão da mente, depois à morte da alma sob o julgamento de Deus, e finalmente à indiferença pela vida. Quem possui a consciência cauterizada vive acostumado com o pecado. Paulo diz:

“pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência” (1Tm 4.2) .

Ele denuncia os que, pela hipocrisia, falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência. O verbo nesta oração pode indicar que esta cauterização destruiu a capacidade de discernir a verdade da falsidade. É obvio que a consciência destas pessoas não foi suficientemente “ativada” pelo evangelho transformador de Cristo. Pecados habituais “endurecem” a consciência, tornando-a insensível. No Antigo Testamento, ter a consciência cauterizada é o mesmo que ter o coração endurecido e insensível. Somente será quebrada pela Palavra de Deus (Jr 23.29; 1Tm 3.16,17).  

  • CONSCIÊNCIA FRACA. A consciência fraca é uma consciência vulnerável ao pecado e que se escandaliza facilmente com as coisas (débil na fé).

Em 1Co 8.9-12, Paulo afirma que os que têm a “fraca consciência” são facilmente golpeados. As pessoas de consciência fraca são aquelas que ainda estão na dúvida e precisam ser ajudadas pelos mais fortes. Há pelo menos três características manifestas por uma consciência fraca, as quais são:

  1. Imaturidade (Rm 14.1-4)
  2. Hipersensibilidade (1Jo 3.19,20)
  3. Vulnerabilidade (Ef 2.8,9; Rm 5.1)

continua na próxima semana

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -