Webinário sobre a Busca Ativa Escolar na Educação Infantil

spot_img

Mais lidas

A ferramenta permite que municípios e estados possam planejar, desenvolver e implementar políticas públicas visando a inclusão escolar

A Secretaria de Educação Básica (Seb), do Ministério da Educação (MEC) realiza nesta terça-feira (13), juntamente com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Webinário sobre Busca Ativa Escolar na Educação Infantil, disponibilizado às 15:00 horas, com transmissão pelo canal do Conviva https://convivaeducacao.org.br/videoconferencia.

O evento atende à uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) para orientar os municípios e o DF sobre a Busca ativa na Educação Infantil. A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Por meio da Busca Ativa Escolar, municípios e estados terão dados concretos que possibilitarão planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para a inclusão escolar.

A plataforma é gratuita e visa ajudar os municípios a combater a exclusão escolar, desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas).

A plataforma reúne representantes de diferentes áreas, como educação, saúde, assistência social e planejamento. Cada pessoa ou grupo tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno na escola.

Todo o processo é feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets e celulares. Há também formulários que poderão ser impressos para agentes comunitários e técnicos verificadores que não têm acesso a dispositivos móveis.

Por Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da Seb

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -