Chuvas de Outono

spot_img

Mais lidas

O outono é a estação em que a terra se refresca do verão. As temperaturas ficam mais amenas, e as chuvas vão restaurando o verde das árvores e encharcando o solo para a produção dos frutos. Isto acontece ano após ano, para atestar o cuidado e amor divino para com o planeta terra, pois Ele cobre o céu de nuvens, concede chuvas à terra e faz crescer a relva nas colinas. (Salmo 147.8)

Com as chuvas e as baixas temperaturas, as pessoas aproveitam melhor o sol, as crianças brincam sem medo de uma insolação, as plantas antigas se restauram e as novas crescem saudáveis. A Bíblia fala sobre isto, ampliando a aplicação das chuvas: Que o meu ensino caia como chuva e as minhas palavras desçam como orvalho, como chuva branda sobre o pasto novo, como garoa sobre tenras plantas. (Deuteronômio 32.2.)

O cheirinho da terra molhada me lembra a infância, pois desde menina eu gosto de tomar banho de chuva. E chuva me lembra de bênçãos, como cantamos no primeiro hino da Harpa Cristã, embasados no texto bíblico de Ezequiel 34.26: Eu as abençoarei e abençoarei os lugares em torno da minha colina. Na estação própria farei descer chuva; haverá chuvas de bênçãos.

Há momentos na nossa vida em que precisamos de chuva. Da chuva que nos refresca depois de noites com febre, quando lutamos contra uma doença. Da chuva que é poder entrar por uma nova porta de emprego depois de meses procurando trabalho. Ou da chuva de acordar livre da depressão e da angústia, depois que haver sofrido uma grande decepção, traição ou perda.

Muitos de nós estamos exaustos, lidando com as perdas ou sequelas da Covid, atravessando períodos de escassez financeira, e/ou vivenciando um período difícil com a educação dos filhos. Podemos estar cansados até mesmo de assistir notícias frequentes que visam fechar igrejas e perseguir o evangelho. Ou simplesmente estamos fatigados por conta das atribuições diárias dos nossos afazeres.

Se você tem vivenciado momentos semelhantes, em que o sol da vida está ressecando suas esperanças e forças, clame pela chuva! Deus fez isto com o seu povo e herança, e o salmista declarou: Deste chuvas generosas, ó Deus; refrescaste a tua herança exausta. (Salmos 68.9).

Você precisa de chuvas de bênçãos?

Anseia por chuvas generosas da parte de Deus?

Espera pelo frescor para a sua exaustão?

Não se precipite reclamando do calor. Não se apavore com a sequidão afetiva da alma de pessoas que você ama. Não se deixe vencer pelo cansaço, desânimo, medo, ou palavras e perspectivas negativas à sua volta.

Levante a sua cabeça e olhe para cima. Com confiança, enxergue uma pequena nuvem do tamanho da mão de um homem (1 Reis 18.44). Pela fé, prepare seu guarda chuva, e limpe o seu terreno da esperança, para que a chuva produza novos frutos doces e alegres.

Deus não vai deixar você morrer de sede, e nem vai permitir seus projetos ou sua família se exaurirem pelo calor da vida. Assim sendo, ore por chuva, clame pela garoa, espere pelo orvalho divino.

Prepare sua cisterna, pois Deus virá logo em seu auxílio. Na sua vida, haverá chuvas de bênçãos!

por Elaine Cruz psicóloga clínica e escolar

- Propaganda - spot_img

Últimas Noticias

- Propaganda -